Icone Acesso a informação
Portal
Transparência 
Consulta Prévia
Consulta
Prévia
Protocolo On-Line
Protocolo
On-Line
COVID-19
COVID-19
Aprova Digital
Aprova
Digital


(48) 3431-0200


Rua Domênico Sônego, 542 - Paço Municipal Marcos Rovaris - Santa Bárbara - Criciúma - SC CEP: 88.804-050


08:00h às 17:00h
Voltar
Saúde
Data: 12/05/2022 - Escrito por: Mel Camara - Imagem: Divulgação/Unesc

//Primeiro encontro para conscientização e enfrentamento da Fibromialgia acontece neste sábado, em Criciúma

Tweet
Objetivo da ação é conscientizar a população sobre uma doença pouco conhecida mundialmente

O cuidado com a saúde física e mental é extremamente importante para o manejo das dores. Com isso, a Secretaria Municipal de Saúde de Criciúma, em parceria com a Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense) e a Câmara de Vereadores, vai realizar no próximo sábado (14), das 9h às 12h30, na Praça Nereu Ramos, o primeiro encontro para conscientização e enfrentamento da Fibromialgia. A ação lembra, ainda, o Dia Nacional da Fibromialgia, celebrado nesse dia 12 de maio, conforme a Lei Federal 14.233/2021.

Para a coordenadora do Ambulatório de Atenção à Saúde de Pessoa com Fibromialgia, Mágada Tessmann, o objetivo da ação é conscientizar a população sobre uma doença pouco conhecida mundialmente e buscar ações que assegurem o direito de atendimento ao SUS e o reconhecimento da doença (CID) junto ao INSS. "Queremos despertar tanto as pessoas, quanto os pacientes e os profissionais, para diagnósticos não esclarecidos, sobre a possibilidade de ser fibromialgia. Buscamos tratamento adequado a estes pacientes, de forma que eles possam se ressocializar, voltando ao mais próximo possível da sua vida normal e com menos dor possível", comentou a coordenadora.

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a fibromialgia afeta cerca de 5% da população no Brasil. Um levantamento feito pela Unesc, aponta que quase seis mil habitantes possuam a doença no município. Desde o início dos atendimentos, no dia 1º setembro de 2021, até abril deste ano, o ambulatório de fibromialgia do município já atendeu aproximadamente 4.780 pacientes. Uma média de 100 pacientes ao mês.

Durante a manhã do próximo sábado (14), integrantes do Ambulatório de Atenção à Saúde da Pessoa com Fibromialgia (Amasf) estarão repassando informações sobre a fibromialgia, fazendo a verificação de pressão arterial, teste de glicemia (hgt), orientações gerais como exercícios e relaxamento. Os profissionais das Clínicas Integradas da Unesc farão, ainda, atendimentos com Fibromiálgicos e Doenças Correlacionadas.

Doença

A fibromialgia é uma síndrome bastante desconhecida, que causa dores crônicas, associada à fadiga e distúrbios do sono, que acomete em sua maioria, mulheres com idade entre 35 e 44 anos. Os principais sintomas são: dores musculares no corpo e articulações; alteração do sono; distúrbios emocionais como ansiedade e depressão; fadiga excessiva aos pequenos esforços; problemas intestinais; déficit cognitivo (problemas de memória, atenção e concentração); disfunção da ATM (articulação têmporo-mandibular). O tratamento é feito com uso de medicações com objetivo analgésicos, antidepressivos e ansiolíticos. Além de fitoterápicos, fisioterapia e acompanhamentos psicológicos.

Atendimento Laboratorial

Em Criciúma, o atendimento de pacientes fibromiálgicos é realizado pelo Ambulatório de Atenção à Saúde de Pessoas com Fibromialgia (Amasf), que está localizado nas Clínicas Integradas da Unesc e atualmente atende 27 municípios da Amrec e Amesc. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira das 8h às 19h e os agendamentos acontecem via UBS, por meio do Cisreg.

Mais notícias

Notícias Relacionadas