Icone Acesso a informação
Portal
Transparência 
Consulta Prévia
Consulta
Prévia
Esporte
Data: 10/05/2024 - Escrito por: Émerson Justo - Imagem: Divulgação/FME

//Criciúma recebe partida da Liga Nacional de Handebol Feminino nesta sexta-feira

Tweet
Durante o jogo, será arrecadado água mineral para destinar ao Rio Grande do Sul

Após estrear com vitória fora de casa na última semana, derrotando Campo Bom por 28 a 19, a equipe da Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma/Associação Criciúma de Handebol Feminino (Acrihf)/Unesc volta a jogar nesta sexta-feira (10) pela Liga Nacional. A partida será disputada contra a equipe de Torres, do Rio Grande do Sul, no Ginásio Municipal de Esportes Walmir Antônio Orsi, às 20h.
 
Mesmo sendo em Criciúma, o mando da partida pertencerá a Torres. “Como a cidade deles não possui quadra no tamanho oficial exigido pela Liga Nacional, o jogo será disputado aqui, que é o lugar mais próximo. Bom para nós, que estamos acostumados a treinar nesta quadra e que teremos a maior torcida ao nosso favor. Mas, ainda assim, teremos que tomar cuidado, pois as adversárias estão ambientadas com o local, já que costumam disputar outras competições aqui”, ressalta o técnico de handebol feminino da FME de Criciúma, Lucas Custódio.
 
A Liga Nacional de Handebol Feminino está na fase classificatória, sendo que os times das cinco regiões do Brasil buscam dentro das suas conferências uma vaga para a fase de grupos. Na Conferência Sul, oito equipes disputam a Taça Sul, que dá direito a duas vagas diretas para a próxima etapa da competição. Além disso, as quatro equipes subsequentes disputarão a repescagem contra quatro equipes da Conferência Sudeste, em sistema de pontos corridos, onde os quatro melhores se classificam.
 
“Nosso primeiro objetivo é buscar uma das vagas diretas para a fase de grupos, por isso, será muito importante vencer essa partida dentro de casa. Todas as pessoas que puderem comparecer, queremos convocar para apoiar a nossa equipe. Além de prestigiarem um belo jogo, também poderão contribuir com a campanha que faremos para arrecadação de água mineral para o Rio Grande do Sul”, destaca Custódio.

Mais notícias

Notícias Relacionadas