Compartilhe:

SAMU

Sistema de Saúde



Criciúma aderiu ao projeto Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU, em 16 de fevereiro de 2006, por entender que servirá, além do atendimento móvel de urgência, para o início da regulação de todos os serviços de média e alta.

O SAMU é responsável pelo componente Regulação dos Atendimentos de Urgência, pelo Atendimento Móvel de Urgência da Região e pelas transferências de pacientes graves da região. Faz parte do Sistema Regionalizado e hierarquizado, capaz de atender, dentro da região de abrangência todo enfermo, ferido ou parturiente em situação de urgência ou emergência e transportá-los com segurança e acompanhamento de profissionais da saúde até o nível hospitalar do Sistema. Além disto, intermedia, através da central de regulação médica das urgências, as transferências inter-hospitalares de pacientes graves, promovendo a ativação das equipes apropriadas e a transferência do paciente.


  


No território de Criciúma fica instalada a Central de Regulação, 01 Unidades de Suporte Avançado de Vida (UTI Móveis) e uma Unidade de Suporte Básico de Vida.

Quando chamar o SAMU?

Nesses casos, deve-se chamar o SAMU, através do telefone 192 (ligação gratuita):

  • na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;
  • em casos de Intoxicação exógena;
  • em caso de queimaduras graves;
  • na ocorrência de maus tratos;
  • em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto;
  • em casos de tentativas de suicídio;
  • em crises hipertensivas;
  • quando houver acidentes/trauma, com vítimas;
  • em casos de afogamento;
  • em casos de choque elétrico;
  • em acidentes com produtos perigosos;
  • na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte.
< Voltar