Compartilhe:

Ciclos

Secretaria de Educação

CICLOS DE FORMAÇÃO: CURRÍCULO E FORMAÇÃO HUMANA NA ESCOLA
 

Na rede municipal de ensino de Criciúma existem três escolas que são organizadas por ciclos de formação, E.M.E.I.E.F. Iria Zandomênego de Luca, E.M.E.I.E.F. Moacyr Jardim de Menezes e E.M.E.I.E.F. Vilson Lalau, sendo esta última em tempo integral. Esta organização de escola nos permite agrupar as crianças por idade, oportunizando a convivência com os seus pares.

O 1º ciclo compreende crianças de 6 anos (1º ano), 7 anos (2º ano) e 8 anos (3º ano). O 2º ciclo começa com crianças de 9 anos (1º ano), 10 anos (2º ano) e 11 anos (3º ano) e o 3º ciclo começa com crianças de 12 anos (1º ano), 13 anos (2º ano) e 14 anos (3º ano).


Cada turma possui um professor referência (que é o professor titular da turma), um professor de inglês, no 2º ciclo, e, para cada três turmas, temos o professor itinerante, que ajuda o professor referência no cotidiano da sala, bem como com trabalhos mais específicos de acordo com a necessidade de cada aluno/a.

As escolas organizadas em ciclos possuem, ainda, o laboratório de aprendizagem, onde a criança com dificuldade de aprendizagem freqüenta duas vezes na semana, em turno inverso, sendo que o professor/a do laboratório trabalha com a investigação e a busca do viés da aprendizagem de cada uma delas, orientando o professor referência nas atividades de sala de aula a fim proporcionar ao aluno situações de aprendizagem.

A avaliação é descritiva em forma de portifólio e trimestral, com a presença dos pais, cada qual com seu horário marcado e diferenciado, com a participação do aluno, professor e os pais para, juntos, avaliarem o período que o aluno passou na escola. O portifólio contém a avaliação do professor em relação ao aluno/a, a avaliação da turma, a avaliação dos pais, a auto-avaliação e registro dos alunos/as com o desempenho em relação à aprendizagem.


O planejamento é coletivo, através de pesquisa sócio-antropológica desenvolvida na comunidade, onde se constrói o complexo temático com falas significativas e contraditórias, nas quais se trabalham as necessidades de cada escola.

Os/as professores/as possuem momentos para planejamento, avaliações e novas tomadas de decisões, respeitando, assim, o tempo da criança, bem como o tempo do professor.
< Voltar