Compartilhe:

Proposta de transporte integrado intermunicipal é apresentada

Iniciativa trará um impacto positivo no trânsito, transporte público, e principalmente na melhoria de vida dos usuários do sistema coletivo
 / Fotos: Neka Dal Pont Texto: Milena dos Santos - SC 04205 JP

Modernizar a rede de transporte público intermunicipal de Criciúma, Içara, Forquilhinha e Balneário Rincão, priorizando a melhora na mobilidade urbana e reduzindo o fluxo de ônibus em áreas centrais e de tráfego intenso na cidade, foram algumas das propostas apresentadas pelos secretários de Planejamento e representantes dos municípios envolvidos aos prefeitos, autoridades e imprensa que compareceram na sede Amrec, nesta quarta-feira (27).

O prefeito Márcio Búrigo explica que para construir cidades sustentáveis e com mais qualidade de vida, as Administrações devem estar unidas para investir em mobilidade urbana que proporcione à população o acesso amplo e democrático ao espaço urbano.  “O projeto é exatamente de viabilizar a integração do transporte intermunicipal em sua plenitude. Esta é uma proposição das prefeituras que poderá futuramente se tornar realidade, pois quanto maior o número de pessoas que usem o transporte público, menos congestionamentos haverá nas ruas”, esclarece o gestor.

A iniciativa preconiza o processo de implantação gradativa e se dividirá em etapas, sendo a primeira implantada em curto prazo. Será integrado o transporte entre Forquilhinha, Criciúma, Içara e Balneário Rincão. Durante o encontro foi formada a comissão que dará continuidade à viabilidade do transporte integrado intermunicipal.

Segundo o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Criciúma, Jader Westrup, a proposta prevê a reestruturação do sistema de transporte, beneficiando os deslocamentos entre os municípios. “Essa intervenção vai atingir um grande número de moradores das quatro cidades, além de diminuir o número de ônibus nos principais corredores e reduzir o tempo de viagem dos usuários. Quem ganha com a implantação deste sistema é a população. A partir de agora vamos analisar a viabilidade técnica, através de estudos de fluxo de passageiros, tarifa, linhas mais utilizadas, adaptações físicas dos terminais, aspectos jurídicos, entre outros fatores que compõem o sistema de transporte”, destaca o secretário.

Conforme o secretário de Planejamento da cidade de Içara, Arnaldo Lodetti, o projeto deve estar bem estruturado, pois é de extrema importância para a população. “Temos consciência que estamos iniciando um projeto grandioso. A partir de agora a comissão vai aprofundar os estudos para ver a viabilidade do transporte, depois apresentar para a população e autoridades um estudo completo. Sabemos dos entraves que existirão, mas buscaremos solucioná-los para que essa proposta siga adiante”, ressalta Lodetti.

< Voltar