Profissionais da saúde recebem capacitação em tuberculose
Página Inicial > Notícias > Notícia
Profissionais da saúde recebem capacitação em tuberculose
Criciúma é referência no tratamento da doença. 87% dos pacientes conseguem a cura
Data: 06/04/2018    Última Atualização: 06/04/2018    Texto: Ana de Mattia    Foto: Vivian Sipriano    Categoria: Saúde  

Com o objetivo de aprimorar os conhecimentos dos técnicos de enfermagem sobre a prevenção, promoção e recuperação de pacientes com tuberculose, a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, capacitou 50 técnicos de enfermagem nesta quinta-feira (5), no Salão Ouro Negro no Paço Municipal Marcos Rovaris.

De acordo com o enfermeiro da Vigilância Epidemiológica do Programa de Tuberculose e Hanseníase, Paulo Rogério Hansen, as orientações foram sobre a investigação epidemiológica, sintomática respiratória dos pacientes, coleta de exames e orientações gerais. “Criciúma é uma das cidades referência no Tratamento Direto Observado (TDO) da tuberculose. O município tem 100 novos casos por ano. A boa notícia é que 87% dos pacientes infectados conseguem se curar”, ressalta.

Os enfermeiros e os agentes comunitários da saúde já haviam sidos capacitados. “Essa qualificação serve para melhorar a qualidade e eficiência da assistência aos pacientes. Resolvemos orientar os técnicos de enfermagem para fazer um ciclo em prol do trabalho realizado com os usuários”, destaca o enfermeiro.

Tuberculose

É uma doença infectocontagiosa de transmissão respiratória, afetando principalmente os pulmões. A tuberculose é transmitida de pessoa para pessoa através da tosse, fala ou espirro. Os sintomas são tosse por mais de três semanas, suor noturno, emagrecimento, falta de apetite e fraqueza.