Compartilhe:

Prefeitura de Criciúma implanta novo software na rede municipal de ensino

Sistema i-Educar facilitará o acesso aos dados referentes às escolas municipais. Recurso será implantando até o dia 30 de novembro
 / Fotos: Fagner Santos Texto: Fagner Santos

Buscando melhorar o sistema de informações da rede municipal de ensino de Criciúma, a Administração Municipal, através da Secretaria de Educação e da Diretoria de Tecnologia da Informação (TI), implantará um software de gestão de dados nas unidades educacionais. Denominado i-Educar, o sistema aperfeiçoará o armazenamento de dados e auxiliará gestores e professores de Criciúma.

De acordo com a coordenadora da Secretaria de Educação e responsável pelo i-Educar, Adriana Brognoli, o novo sistema será implantado até o dia 30 de novembro. “Ainda não temos uma data definida, pois o software está em processo de adaptação aos dados já existentes das escolas, que hoje equivalem a 72 unidades e mais de 19 mil alunos”, comenta.

Para utilizar o i-Educar, a Diretoria de TI da Prefeitura de Criciúma iniciou uma série de capacitações destinadas aos funcionários da Secretaria de Educação. O software foi desenvolvido pela empresa Portabilis, de Içara.

O novo software

O i-Educar possibilitará o controle de transporte educacional, acervo de bibliotecas, merenda e diário eletrônico de alunos, com levantamento de dados referentes aos atestados de matricula e saúde, notas e avaliações, faltas, quadro de professores e estudantes matriculados em cada escola, entre outros recursos. “Este tipo de informação auxiliará na praticidade para evitar o desperdício de merenda ou acesso facilitado a relatórios de faltas, por exemplo. É um ótimo sistema desenvolvido para nossas escolas”, afirma o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.  

De acordo com o diretor de TI da Administração Municipal, Tiago Pavan, o diferencial do i-Educar será o acesso a dois portais de dados. “No portal do professor, o diário eletrônico vai facilitar o controle de faltas, permitindo até enviar mensagens de texto automáticas para os pais de alunos com faltas excessivas. Já no portal de pais e alunos, os responsáveis por cada criança terão acesso ao boletim escolar, além de visualizar dados e informações referentes a cada aluno”, explica.

A interface intuitiva, com menos burocracia na hora de cadastrar, checar ou atualizar dados, promete agilizar o acesso para professores e diretores que não possuem conhecimentos avançados em informática. “Sendo um sistema web, o i-Educar poderá ser usado em computadores, smartphones e tablets, bastando ter apenas acesso à internet. Com isso, o software é mais leve, rápido e não trava, mesmo com a grande quantidade de dados da Secretaria Municipal de Educação”, ressalta o diretor de TI.

< Voltar