Inicia processo de recadastramento dos servidores de Criciúma
Página Inicial > Notícias > Notícia
Inicia processo de recadastramento dos servidores de Criciúma
Mais de 3 mil funcionários da Prefeitura precisam realizar o procedimento
Data: 10/01/2017    Última Atualização: 10/01/2017    Texto: Émerson Justo    Foto: Émerson Justo    Categoria: Administração  
Começou nesta terça-feira (10), o recadastramento funcional dos servidores ativos da Prefeitura de Criciúma. Somente na manhã do primeiro dia, mais de 300 servidores realizaram o recadastro. A equipe da Secretaria Municipal de Administração está concentrada no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, no bairro Santa Bárbara, das 8h às 17h, e ficará no local até o dia 25 de janeiro, exceto aos domingos. No total, 3,2 mil servidores precisam realizar o procedimento.
 
As informações coletadas serão armazenadas num banco de dados para consultas posteriores. “É importante que os servidores compareçam, evitando transtornos. Este processo está sendo realizado para manter os dados atualizados, conferir se os funcionários estão trabalhando no setor que foram contratados, entre outras coisas necessárias para promover o avanço na qualidade da prestação do serviço público”, comenta o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.  
 
O recadastro é realizado por 20 estagiários,  supervisionados por dois instrutores. “Metade da equipe ficará durante a manhã, e a outra parte no período da tarde. O servidor deverá levar carteira de identidade, comprovante de residência com prazo máximo de três meses e o último contracheque ou número de matrícula funcional”, explica o diretor do Departamento de Recursos Humanos da Prefeitura de Criciúma, Darci Antônio Filho. “Quem não se recadastrar terá os vencimentos suspensos da folha de pagamento, temporariamente, até atender a convocação. Após prestar as informações receberá todo o valor acumulado”, destaca.
 
O servidor Antonio de Oliveira, que trabalha no almoxarifado da Prefeitura, atualizou o cadastro e concorda com a importância do procedimento. “É necessário que a Administração Municipal tenha essas informações em dia. Saber onde cada pessoa trabalha é essencial para que os setores não fiquem desajustados, um lugar com muitos funcionários e outro com pouco”, ressalta. O decreto que regulamenta a medida foi assinado pelo prefeito e publicado no Diário Oficial Eletrônico (DOE).

Fotos

Inicia processo de recadastramento dos servidores de Criciúma