Defesa Civil normaliza atendimento em novo endereço
Página Inicial > Notícias > Notícia
Defesa Civil normaliza atendimento em novo endereço
Novo espaço vai otimizar atividades e atendimento ao público, bem como trazer agilidade na resposta às ocorrências
Data: 22/05/2018    Última Atualização: 22/05/2018    Texto: Vivian Sipriano    Foto: Beatriz Formanski    Categoria: Defesa Civil  

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (Compdec) de Criciúma, está com atendimento normalizado a partir desta terça-feira (22). O órgão atende em novo endereço desde a semana passada: rua Álvaro Catão, nº 913, bairro Operária Nova. O telefone 199 voltou a ficar à disposição e um novo número foi disponibilizado: (48) 3437-5342. Além disso, o contato emergencial continua disponível para atendimento à população no número do plantão: (48) 99162-9006.

A Defesa Civil de Criciúma agora tem um espaço de aproximadamente 400 m² para desenvolvimento das atividades. O local conta com estacionamento para viaturas, veículos oficiais e também é aberto ao público. A nova estrutura oferece sala própria para atendimento à população, treinamentos, sala de operações, onde os agentes fazem o registro de ocorrências e atendimentos na Central de Emergência.

No almoxarifado fica a sala de gerenciamento de risco e resposta rápida, onde estão instalados os equipamentos de monitoramento: fluviômetros que monitoram rios de Criciúma e região; radares para monitorar clima e tempo. Os radares online também acompanham as áreas de risco, onde há maior vulnerabilidade. O atendimento da Defesa Civil é 24h.

Para o coordenador da Compdec, Dioni Borba, o local vai trazer mais segurança para os agentes e para a população. “A localização vai facilitar nosso atendimento, já que os locais de maior risco se encontram nos bairros Rio Maina, Santa Luzia, Wosocris, Progresso e Santo André. O acesso vai ficar mais fácil, já que não vai ser necessário atravessar a Avenida Centenário, trazendo mais rapidez e agilidade no atendimento à ocorrência”, garante o coordenador.