Compartilhe:

Criciúma celebra o Dia Internacional dos Museus

Exposições encantaram o público no Museu Augusto Casagrande e na Casa da Cultura Neusa Nunes Vieira
 / Fotos: Jhulian Pereira/Arquivo Decom Texto: Maria Luiza do Nascimento

Criciúma contou com atividades alusivas ao Dia Internacional dos Museus, celebrado nesta quinta-feira (18). A Administração Municipal, por meio da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), promoveu atividades no Museu Augusto Casagrande, no bairro Comerciário, e na Casa da Cultura Neusa Nunes Vieira, localizada na Praça Nereu Ramos.

“Muitas escolas agendaram visitas durante toda a semana e várias pessoas aproveitaram para conhecer o museu e a cultura italiana”, destaca o coordenador do Museu Augusto Casagrande, Realdo de Medeiros. A residência disponibilizou a exposição “Imigração Italiana e seu Legado”, que integra a 15ª Semana Nacional de Museus.

Na Casa da Cultura, a mostra “História dos Colonizadores: cédulas, moedas e selos”, exposta deste segunda-feira (15), encantou os moradores. “A ideia da exposição é utilizar materiais de etnias para mostrar outras culturas à comunidade”, explica a coordenadora da Casa da Cultura Neusa Nunes Vieira, Adriana Ferro.

Em 2017, o Dia Internacional dos Museus visou retratar o tema “Museus e Histórias Controversas - dizer o indizível em museus”. As exposições seguem disponíveis até esta sexta-feira (19), das 8h às 17h.

Dia Internacional dos Museus

O Dia Internacional dos Museus foi criado em 1977 pelo Conselho Internacional de Museus (Icom). Em 2016, mais de 35 mil museus de 145 países celebraram a data comemorativa. A 15ª Semana Nacional de Museus é organizada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e mobiliza mais de mil museus em todo o Brasil.

< Voltar