Compartilhe:

Administração Municipal realiza ações em alusão ao Dia Mundial de Combate à Aids

Iniciativa visa conscientizar a população da importância da prevenção à doença
 / Fotos: Divulgação/Internet Texto: Émerson Justo

A Prefeitura de Criciúma, via Secretária de Saúde, através do Programa de Atenção Municipal às DST/HIV/AIDS (Pamdha), em alusão ao Dia Mundial de Combate à Aids, comemorado nesta sexta-feira (1°), realiza uma série de ações voltadas à prevenção da doença e à conscientização dos moradores. Em Criciúma, são registrados, em média, 32 novos casos de Aids a cada 100 mil habitantes por ano.

Conforme a coordenadora do Pamdha, Patrícia Rodrigues, nesta sexta-feira foram distribuídos mais de cinco mil panfletos, além de preservativos, às pessoas que circularam pelo Terminal Urbano Central de Criciúma. “Dez funcionários do Pamdha estiveram realizando esse trabalho. Os profissionais também orientaram os moradores e sanaram dúvidas. As atividades iniciaram às 7h, para que o público jovem, principalmente, fosse abordado”, relata.

Em Criciúma, foram notificados mais de três mil casos de Aids, sendo que a cada uma mulher contagiada, dois homens são afetados pela doença. O público com maior ocorrência é entre 20 e 39 anos. “Queremos conscientizar toda a população da importância em se prevenir e realizar os testes rápidos. Os moradores podem realizar os exames gratuitamente em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Criciúma e no Pamdha, que fica localizado na rua Maria Fernandes Argente, n° 85, no bairro Santo Antônio”, ressalta.

Neste sábado (2), uma missa na Catedral São José, no Centro, será realizada em ação de graças aos portadores do vírus HIV. A cerimônia visa também diminuir o preconceito da população em relação ao vírus. Em parcerias com outras igrejas, o tema HIV/Aids/Preconceito será debatido nos horários de cultos. A partir da data comemorativa, inicia a implantação do Comitê de Investigação da Transmissão Vertical de HIV e Sífilis, formado por 12 entidades, e que pretende buscar formas de diminuir os casos, principalmente, de transmissão do vírus de mãe para filho.

< Voltar