2° edição da Feira da Agricultura Familiar movimenta Paço Municipal
Página Inicial > Notícias > Notícia
2° edição da Feira da Agricultura Familiar movimenta Paço Municipal
Evento contou com venda de produtos e exposição de equipamentos agrícolas
Data: 06/12/2018    Última Atualização: 06/12/2018    Texto: Maria Duarte    Foto: Maria Duarte    Categoria: Gerência de Agricultura e Agronegócio  

A Gerência de Agricultura e Agronegócio realizou junto à Epagri, mais uma edição da Feira da Agricultura Familiar, nesta quinta-feira (6). Foram vendidos produtos como verduras, frutas, bolachas, milho-verde, pamonha, mudas e artesanato. Mais de 15 produtores expuseram no local.

Na abertura, a agricultora e escritora Loiva Perdoná declamou um poema de sua autoria. O gerente regional da Epagri, Fernando Damian destacou a importância de reconhecer o trabalho dos agricultores. “Por trás dos alimentos das nossas refeições tem um agricultor que cuidou da produção. Devemos lembrar e valorizar o trabalho dessas pessoas”, disse.

Servidores da prefeitura como Odaléia Martins, aproveitaram para fazer compras. “Eu vim na primeira edição e gostei bastante. Hoje aproveitei para comprar flores, bolachas, chips de banana e batata doce”, comentou.

Exposição de equipamentos

Durante a feira ficaram expostos equipamentos agrícolas que foram adquiridos com recurso repassado por convênio com o Governo Federal. “Enviamos uma proposta voluntária em julho de 2017 a um chamamento público que visa apoiar e fortalecer a agricultura familiar. A proposta foi escolhida e aprovada após passar por uma seleção rigorosa”, comentou o médico veterinário da Gerência de Agricultura e Agronegócio, Guilherme Costa.

Os equipamentos são: grade hidráulica com 28 discos de 20 polegadas; carreta agrícola basculante com capacidade de seis toneladas e rodado Tanden; roçadeira central/lateral, largura de 1,8 m com regulagem; arado de três aivecas com roda de profundidade e discos de corte; guincho traseiro com capacidade de levante mínimo de 800kg; grade aradora com 14 discos de 28 polegadas com acionamento hidráulico; e arado subsolador de cinco hastes de pino.

As máquinas estão disponíveis para utilização dos agricultores mediante solicitação junto à gerência.

Projetos para 2019

Segundo a gerente Maristela Borgert Bresciani, além da meta de tornar a feira da agricultura familiar fixa, há também a possibilidade de criar um vale-feira para os funcionários. “Queremos a valorização do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR), formado por entidades governamentais e não governamentais, como cooperativas e sindicato dos trabalhos rurais”, afirmou.

Segundo Guilherme, em parceria com o CMDR, foram definidas as prioridades para o próximo ano. “Vamos focar na manutenção de estradas rurais. Temos projeto para adquirir uma patrola só para agricultores e novos implementos para a bananicultura que é um segmento forte na região”, comentou.

A gerência também tem um projeto que envolve toda a região da Amrec, chamado de Consórcio Intermunicipal de Sanidade Agropecuária (Ciasanrec). “Este serviço busca ampliar o mercado para os agricultores, conseguindo o selo Sisbi - Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal, que permite que produtos sejam comercializados em todo o Brasil”, disse.